Com_traste

Com_traste

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Incompreensão




Não é humor
Porque até o riso parece plástico
Não é nada concreto
Palpável
Justificável
Objectivo
É uma sensação obscura
Que se entranha no ar que respiramos
E causa náuseas
A inteligência usada para fins pouco claros
Que no fundo é pura burrice
Parecem hienas
Bichos irritantes
Apenas porque se riem do nada
Terão consciência do ridículo e do contraditório de tal postura?
Quando olhos nos olhos são quase invisíveis
Crescem em postura com uma arrogância injustificada
Uma ironia de mau gosto
E quase aposto que se consolam mutuamente
Afagando egos maldizentes
Masturbação assistida
Pediria eu a Eutanásia
Para tais seres em decadência
Clemencia
Não fosse o perigo que tais criaturas transportam
E ao matar, ressurgissem iguais criaturas numa outra vida
Condenada desde logo à mesma condição
De viver com o negativo do ser humano
Num ar de gozo em decomposição
Impossível de definir

2 comentários:

  1. Andam a meter-se contigo? Dá-lhes com força...

    ResponderEliminar
  2. Quanta energia e beleza, até na revolta :-)

    ResponderEliminar